terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Estamos de volta!

Depois de meses sem publicar posts no Sou vaidosa, e daí?, por conta dos compromissos profissionais que nos deixaram com pouco tempo para escrever, mas não para continuar cuidando da beuaté e conversando e lendo sobre os nossos assuntos favoritos, estamos de volta para compartilhar tudo o que passou pelas nossas cabeças nesses meses, ou quase tudo...

Bem, nesse tempo de ausência passamos a cultivar uma nova obsessão: perfumes. Não que não curtíssemos antes. Sempre gostamos. Mas agora passamos mais tempo lendo, pesquisando e conversando sobre eles.

Além das nossas últimas aquisições, testamos algumas amostras que ganhamos da loja Sépha do Palladium Shopping Center, em Curitiba. Agradecimentos especiais à vendedora Lu, que foi super gentil em nos ceder algumas amostras para avaliarmos. Amostras são excelentes, pois é muito difícil comprar perfume “no escuro” ou seguindo a opinião de outras pessoas. Além dos gostos pessoais serem bastante diferentes, é muito importante testar as fragrâncias na pele, até para avaliar a fixação, que também pode variar de pessoa a pessoa.

Bem, vamos publicar por partes a nossa opinião sobre os perfumes que testamos. Hoje falaremos sobre quatro: The One, de Dolce & Gabbana, Euphoria, de Calvin Klein, L'eau D'Issey Florale, de Issey Miyake, e Lola, de Marc Jacobs. Não se trata de parecer de experts, apenas palpites, tipo “não gostamos” ou “amamos”!

Amamos o The One, de Dolce & Gabbana! Tem cheiro de mulher rica e chique, bem no estilo Scarlett Johansson na campanha da fragrância. Até o frasco parece uma jóia. Bem, sobre aquele blablabá de notas, trata-se de uma fragrância floral-oriental, segundo o próprio site da Sépha, com notas de mandarina, bergamota e pêra, jasmin, vetiver, vanila e âmbar. Por que amamos? Bem, amamos tudo o que tem baunilha! The One tornou-se o número 1 da nossa wish list.

Somos fãs de longa data dor perfumes Calvin Klein. Euphoria, contudo, é mais marcante que os demais, inspirado na orquídea a ponto de florescer, com notas de romã, flor de lótus, orquídea negra, âmbar etc e tal. Maravilhoso! Não é perfume de mulherzinha, é perfume de mulherão, aquele que escolhemos quando queremos arrasar em algum evento!


Sobre o L'eau D'Issey Florale, de Issey Miyake, tem cheiro forte de rosas, é amadeirado, seco, muito impessoal. Ninguém em sã consciência escolheria este aroma para ser o seu próprio cheiro, tipo “nasci cheirando assim”. A propaganda diz que a essência exala feminilidade e pureza, mas na nossa opinião, está mais para aromatizador de ambientes. E não sai do nariz!

Por último Lola, de Marc Jacobs. Estamos nos perguntando: o que se passava na cabeça do Marc Jacobs para lançar uma fragrância como essa? É doce demais, tem cheiro de coisa antiga, estilo “prazo de validade vencido”. Ui! O release afirma que é uma essência sexy e divertida. O frasco pode até ser, mas a imagem da mulher que nos vem à cabeça é daquela senhora que usa redinha para prender o cabelo e não tem dó das pessoas que estão ao seu redor. Perfeito para ser usado quando se quer dar o perdido naquele mala que insiste em ficar no seu pé. Se aquela simpatia que você fez para o cara te esquecer ainda não deu resultado, invista alguns reais nesse perfume. Vai ser tiro e queda!


1 comentários:

Cintia disse...

que otimo que estão de volta !!!!